quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Banalidade





Qual o sentido da vida?" - reflete o filósofo... O que é a vida? – continua a interpelar a si mesmo. Como as pessoas tratam-na? (Pausa para ponderar)... As pessoas coisificam umas as outras. Não há uma apreciação de ideias umas das outras, apenas o carnal (banal) tornou-se o ponto chave das pessoas relacionaram-se entre si. Garotas suspirando perguntam: “O que aconteceu com as pessoas que valorizam os sentimentos e gostam de conhecer os ideais da pessoa?”. A animalidade das pessoas é o normal da sociedade. Ser pensativo demais e não animalesco é ser visto como diferente na sociedade. O que é banal é normal, o que não é um padrão na sociedade é loucura. Sexo sem sentimentos, palavras vazias usadas para conseguir objetivos frívolos, professar ser adepto de um determinado ideal e não vivê-lo... A distorção está no pensador ou na sociedade?


 Clayton Levi

Nenhum comentário:

Postar um comentário