sábado, 15 de dezembro de 2012

Branca de Neve

Dedico esta poesia para pessoa que me inspirou a fazê-la, minha melhor, Clécia Mª dos Prazeres. Sei que depois da finalização do curso não iremos nos encontrar todos os dias como outrora, contudo você continuará sendo especial para mim, minha querida amiga.  


                         "... a rainha murmurou:  — Pudesse eu ter uma menina branquinha como a neve, corada como sangue e com os cabelos negros como o ébano…". (Irmãos Grimm).


De veludo e da cor da noite são os cabelos dela.
Sorriso pálido e um olhar angelical tem essa bela.
Quem escuta a sua voz a alma abençoa.
Ela é a Branca de Neve em pessoa.

Menina que cativa por sua inteligência e simplicidade.
Tem no coração a pureza de uma criança.
Para Deus sem hipocrisia ela vive, a esperança
Na vida nunca perde. Ela é uma mulher de verdade!

Não posso fazer uma piada que seu rosto fica rubro.
É com o calor da sua amizade que me cubro
Quando a vida torna-se fria.

Ela é tão especial que me causa espanto.
A saudade virá com o tempo, entretanto
Sei que estará sempre ao meu lado para dizer: "Sorria!".

By Clayton Levi

Um comentário: